assint luana

Há muitos anos o mercado da moda impõe padrões de beleza surreais para a maioria das mulheres, como ser alta, ter a saboneteira a vista, braços e pernas finíssimos e barriga negativa. O famoso corpo magricelo e as vezes aparentemente doente. Muitas modelos realmente se tornam anoréxicas ou bulímicas em razão de tal exigência do manequim 36 e 38 das passarelas. Há pouco tempo houve uma tentativa de criar um padrão mais saudável e menos magro, tendo em vista as doenças frequentes nesse meio, mas se percebe que foi mal sucedida a intenção, que aliás pode ter sido apenas ilusão

Mas, o bonito desse contexto é que atualmente a moda vem criando segmentos diferentes, o que acaba rompendo os padrões rígidos da estética corporal. Para retratar melhor a realidade feminina no mundo existe diversas modelos fotográficas e até mesmo de passarela que desfilam com manequins maiores do que 38, até chegar na moda plus size, a qual valoriza as curvas da mulher em qualquer tamanho.

Conheça dois exemplos de modelos, para ilustrar a quebra de tabus sobre a beleza na moda, em sentidos diferentes, porém super importantes de serem reconhecidos. As beldades revolucionárias, dentre tantas outras, são Winnie Harlow e Robyn Lawley. Confira a história delas:

Winnie Harlow

A linda Chantelle Brown-Young, de nome artístico Winnie Harlow é a primeira modelo com vitiligo, tem 19 anos e está fazendo sucesso no mundo da moda. O vitiligo é uma doença que causa despigmentação da pele, não tem cura e atinge cerca de 1% da população mundial. Na infância a pele de Winnie começou a mudar e por conta da doença sofreu forte bullying durante toda infância e adolescência, mas nunca desistiu do seu maior sonho, ser modelo.

mtg winnie 1

Imagine tamanha fonte de inspiração ela se torna para muitas pessoas, pois sendo mulher, negra e com vitiligo, ela deve saber com propriedade o que é discriminação e humilhação, e nem por isso desistiu de realizar seus objetivos. Hoje Winnie é um exemplo de beleza para a moda e para a vida de milhares de pessoas. Conheça o Instagram da moça e o carinho de seus fãs.

mtg winnie

A atitude positiva de Winnie diante da doença atraiu muitos olhares para sua carreira, o que a trouxe sucesso e diversos contratos fechados como ensaios para revistas, editoriais e, recentemente, de fazer parte do casting de modelos do reality show America’s Next Top Model. Em seu vídeo para participar do programa Winnie citou: “existem pessoas que têm pele negra, pessoas que têm pele branca, eu tenho as duas”. Dessa forma, a modelo faz do seu vitiligo um triunfo e motivo de orgulho, o que motiva muita gente e quebra tabus de beleza que historicamente ditam cor, tamanho entre outros parâmetros. Isso é bom! 😉

tiras

Robyn Lawley

Robyn Lawley é uma modelo australiana de 25 anos, ícone mundial como mulher plus size, como é classificada no mundo da moda. Ela defende seu manequim nada comparado ao shape esquelético das passarelas tradicionais e é reconhecida pela segurança e poder que transmite a todas as mulheres que se espelham nela.

robyn 2

Houve uma polêmica esse ano envolvendo Robyn que a fez decepcionar algumas admiradoras, mas acredito que a questão mais importante é – cada faz o que quiser com o próprio corpo – . Mas como a modelo é figura pública que inspira diversas mulheres pegou mal quando começou a divulgar no Instagram sua nova linha de biquíni em parceria com a grife Bond-Eye, exibindo o corpo um pouco mas magro. A modelo nunca foi tão gordinha assim para se encaixar no plus size e diminui a silhueta, mesmo assim na publicação aa revista Cosmopolitan australiana, a matéria da nova coleção intitulava “Plus-size”. Robyn veste um manequim perto do que seria o 40 para as brasileiras. Por isso tamanho desagrado de suas admiradoras, o que gerou muitas críticas negativas.

robyn 1

Então, a dúvida recai no bom senso da moda quando considera uma modelo plus size ou normal size. Porque moda é cultura, é espelho de uma sociedade, a qual ainda é sensível, se falar do tamanho do manequim pode gerar mágoas e ofensa. Sobretudo, devemos reconhecer o mérito da moda em ter iniciado essa mudança de comportamento, ao valorizar as distintas curvas da mulher real.

comenta ai

06.09.2014


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *